Cuide bem da
sua beleza.

Thais Prata atua na dermatologia clínica, estética, cosmiatria, cirurgia dermatológica e tricologia.

CRM: 20222 - SC - RQE Nº: 17789

Desde 2015 atendendo Balneário Camboriú e região.

Anualmente participa de diversos cursos nacionais e internacionais para aprimoramento contínuo.

tricologia
cirurgia
estetica
cliniac

ESPECIALIDADES

tricologia

É a especialidade que diagnostica e trata de problemas relacionados ao cabelo e ao couro cabeludo.

COSMIATRIA

Área da Dermatologia dedicada ao tratamento e prevenção de alterações estéticas da pele. É a ciência médica que estuda e trata a beleza humana de maneira embasada, responsável e ética.

Cirurgia Dermatológica

Área da Dermatologia especializada em procedimentos diagnósticos, cirúrgicos, estéticos e oncológicos realizados na pele ou no tecido celular subcutâneo.

Dermatologia Clínica

É a especialidade médica que cuida de queixas relacionadas a saúde da sua pele, cabelos e unhas.

DEPOIMENTOS

Confira o depoimento de alguns clientes satisfeitos.

5/5

Ultraformer III

Por uma beleza mais natural

FAÇA SEU AGENDAMENTO ON-LINE

Preenha o formulário abaixo para agendar sua consulta

LOCALIZAÇÃO
simbolo-thais-prata

BLOG

Acompanhe as novidades, dicas e orientações sobre as patologias da pele e seus tratamentos.

DÚVIDAS FREQUENTES

A higiene do cabelo é muito importante para evitar micoses e doenças do couro cabeludo. A água não penetra na pele do couro cabeludo e, portanto, não apodrece a raiz. O cabelo deve ser lavado na medida da necessidade de cada um, e o xampu deve ser próprio para cada tipo de cabelo (oleoso, seco etc.). A alternância de xampus é benéfica para melhores resultados de limpeza. Lavar os cabelos todos os dias não causa queda.

Qualquer pessoa adquire pintas durante a vida que não são perigosas nem requerem cuidados. Porém, as pintas pretas devem ser avaliadas conforme os critérios ABCD, que significam: (A) as-simetria – quanto mais assimétrica, mais perigosa; (B) borda – quanto mais irregular a borda, mais perigosa; (C) cor – quanto mais variação de cor, mais perigosa; (D) diâmetro – maior que 0,6cm, mais perigosa. O interessante é observar as pintas com atenção e procurar o especialista caso haja mudanças como inflamação, coceira, sangramento e mudanças das características. O receio é que essas pintas transformem-se em melanoma, que é um câncer de pele muito perigoso. Jamais a retirada de uma pinta irá provocar o câncer de pele. Se ele for descoberto é porque já existia e já estava crescendo antes da retirada da pinta. Retirar um melanoma no começo pode ser a diferença entre o aparecimento ou não de metástase (câncer a distância) e pode significar a diferença entre vida ou morte.

Três problemas dermatológicos podem causar descamação nas mãos e/ou nos pés: alergia (desidrose), psoríase e micose.

O ácido úrico aumentado não é causa de descamação de mãos e pés. O importante é o diagnóstico correto, pois cada qual tem um tratamento específico que leva à resolução do problema.

A caspa não é contagiosa, ela é a manifestação mínima de dermatite seborreica, que é uma inflamação da pele. A caspa não é causada por microrganismos como fungos ou bactérias. Quando muito intensa pode causar feridas e eczemas. A caspa piora com mudanças bruscas de temperatura, estresse intenso e doenças como diabetes. O tratamento é feito com xampus antiseborréicos e remédios sistêmicos quando o especialista achar necessário.

Hanseníase ou lepra é uma doença contagiosa causada por uma micro bactéria. Ela causa anestesia, manchas brancas, caroços pelo corpo, inflamação, neurites, ferimentos, queda de sobrancelhas e muito mais.

Infelizmente essa doença não está controlada em nosso meio e continua sua disseminação. Não se sabe exatamente o mecanismo de contágio.

A hanseníase ou lepra tem tratamento e cura. Esse tratamento é longo e feito com várias medicações em conjunto, receitadas e supervisionadas pelo especialista em dermatologia. Qualquer mancha na pele e com anestesia na região deve ser considerada suspeita da hanseníase.

Todos têm o sonho de rejuvenescer. Os cremes anti idade têm grande procura e aceitação porque essa esperança nunca termina. A maioria dos cremes para rejuvenescimento não cumpre esta promessa, porém pode melhorar algum aspecto específico como manchas e rugas.

A pele é o maior órgão do corpo humano, e o único que tem dois envelhecimentos: envelhecimento pela idade e envelhecimento pelo sol. O envelhecimento pelo sol causa aspereza, manchas, rugas, flacidez, entre outros. Essas manifestações podem melhorar com cremes especiais.

O precursor dos cremes antienvelhecimento foi o medicamento ácido retinóico, que continua sendo dos melhores para este fim. Há vários grupos de produtos antiidade: ácidos (retinóico, glicólico), antioxidantes (vitamina C, vitamina E, ácido lipóico), antiflacidez (dimetilaminoetanol – DMAE –, tensine, argireline), neurocosméticos (polipeptídeos).

O ideal é fazer uma consulta ao dermatologista, que poderá avaliar o caso e prescrever a melhor combinação de cremes e procedimentos para o tratamento do rejuvenescimento.

Celulite não tem cura, porém tem controle. A celulite ou lipodistrofia ginóide é uma manifestação crônica sem causa conhecida que modifica a pele, produzindo aspecto irregular e indesejável.

O aparecimento da celulite tem a ver com genética, tipo de corpo, ação hormonal, distúrbios vasculares, sedentarismo, entre outros. Uma vez iniciada, a celulite progride sempre e, quanto mais avançada, mais difícil seu tratamento.

O tratamento inclui cuidados gerais: alimentação equilibrada, exercícios adequados, constantes correções de distúrbios hormonais, controle do peso, entre outros. Localmente podem-se utilizar cremes, drenagem linfática, aplicação de substâncias ativas, ultra-som, subcisão. O tratamento deve ser prescrito pelo médico, pois se trata de alteração complexa e crônica.

O vitiligo é uma alteração de pele não contagiosa, caracterizada por manchas brancas leitosas de vários tamanhos e formas, geralmente simétricas, que podem comprometer toda a pele.

Suas causas ainda não estão esclarecidas, mas algumas estão certamente implicadas:

Tendência genética;

Autoimunidade (auto-anticorpos agressores);

Piora com traumas mecânicos;

Relação com choques emocionais.

O tratamento deve ser feito o mais precoce possível. Existem vários recursos que podem ser utilizados: vitaminas, psoralênicos, luz ultravioleta, imunomoduladores, entre outros. A terapia deve ser conduzida pelo dermatologista, que saberá, conforme o caso, fazer a melhor combinação de substâncias ativas. É importante lembrar que as manchas podem desaparecer por completo.

Open chat